Última hora

Última hora

Alemanha: terceiro de dia de greve dos pilotos da Lufthansa

Os pilotos da companhia aérea alemã Lufthansa cumprem, esta quinta-feira, um terceiro dia de greve esta semana, quando ameaçam prosseguir o protesto

Em leitura:

Alemanha: terceiro de dia de greve dos pilotos da Lufthansa

Tamanho do texto Aa Aa

Os pilotos da companhia aérea alemã Lufthansa cumprem, esta quinta-feira, um terceiro dia de greve esta semana, quando ameaçam prosseguir o protesto durante a época natalícia.

A paralisação afeta metade dos voos de longo curso da companhia quando mais de 150 mil passageiros foram afetados pela greve na segunda e terça-feira.

No aeroporto de Frankfurt, uma das principais plataformas da companhia, os passageiros não escondem a indignação:

“Claro que não é uma situação agradável para os passageiros e levanta questões sobre a proporcionalidade entre as exigências dos sindicatos e o impacto da greve sobre os passageiros. E o resultado para já não é fantástico”.

“O dinheiro que perderam até agora poderia ter sido utilizado de melhor forma”, afirma outro passageiro.

Os sindicatos de pilotos voltaram ontem a rejeitar a mediação proposta pela companhia quando se opõem à revisão do atual sistema que permitie aos pilotos reformarem-se aos 55 anos de idade.

Os pilotos rejeitam igualmente a criação da nova divisão de baixo custo da companhia, Eurowings, anunciada ontem em pleno conflito laboral.

A Lufthansa afirma que aos sete dias de greve anteriores à paralisação desta semana custaram mais de 170 milhões de euros à companhia.