Última hora

Última hora

Costa Concórdia: Vídeo deita por terra defesa do comandante Schettino

A imprensa italiana divulgou esta quarta-feira um vídeo que mostra o comandante do navio Costa Concórdia, Francesco Schettino, à espera de um bote

Em leitura:

Costa Concórdia: Vídeo deita por terra defesa do comandante Schettino

Tamanho do texto Aa Aa

A imprensa italiana divulgou esta quarta-feira um vídeo que mostra o comandante do navio Costa Concórdia, Francesco Schettino, à espera de um bote para abandonar o navio, na noite do naufrágio.

O video está a ser utilizado pela acusação para confrontar Schettino, que alega ter caído por força da gravidade, com a inclinação rápida do navio.

Francesco Schettino, acusado de ser o principal responsável do naufrágio da embarcação, foi interrogado pelo segundo dia no tribunal de Grosseto, em Itália.

A defesa tenta tudo para reduzir a responsabilidade do comandante.

“Ele teve razão. O navio estava próximo da costa e foi possível desembarcar em segurança mais de quatro mil pessoas, que chegaram a terra tranquilamente. Resta saber, em investigações futuras, porque é que, tristemente, 32 pessoas infelizmente perderam a vida”, afirma o advogado de defesa, Domenico Pepe.

Francesco Schettino está acusado de homícidio múltiplo pela morte de 32 pessoas, abandono do navio e de não ter informado imediatamente as autoridades portuárias da colisão.

O comandante também não informou sobre a manobra de aproximar o barco da ilha de Giglio, porque, disse, era uma manobra conhecida como a saudação, que realizava habitualmente por motivos comerciais.

O julgamento será retomado a 11 de dezembro. O ministério público pede 20 anos de reclusão para o comandante do Costa Concórdia, que naufragou na noite de 13 para 14 de janeiro de 2012, ao largo da ilha de Giglio, na Toscana, em Itália.