Última hora

Última hora

Helmut Newton: o fotógrafo da nudez

Em leitura:

Helmut Newton: o fotógrafo da nudez

Tamanho do texto Aa Aa

Uma exposição em Berlim reúne 200 obras do fotógrafo Helmut Newton.

Uma exposição em Berlim reúne 200 obras do fotógrafo Helmut Newton.

O artista alemão, naturalizado australiano, tornou-se célebre pelos seus estudos de nus femininos.

As obras em exibição fazem parte da coleção doadas pelo artista falecido em 2004.

“As 500 obras permanecem aqui no edifício mas foi a primeira vez que fizemos uma seleção desses trabalhos. Expusemos duzentas obras. A seleção representa os grandes temas do fotógrafo, o retrato, a moda e os nus”, disse o comissário da exposição, Matthias Harder, responsável da Fundação Helmut Newton.

Newton fez vários trabalhos encomendados pela revista Vogue nos anos 70 e 80 e mais tarde dedicou-se aos nus.

A viúva do artista, também ela fotógrafa e presidente da Fundação Helmut Newton, viajou até Berlim para a inauguração da exposição.

“Ele era um fotógrafo de moda, não era um fotógrafo de retratos. Ele trabalhava em publicidade e conseguia viver da fotografia. Os grandes nus vieram depois. Todas as fotografias de nus que o tornaram conhecido são mais tardias”, explicou June Newton.

Helmut Newton nasceu em 1920. O pai era judeu. Em 1938 fugiu da Alemanha para escapar à perseguição nazi. Ao chegar à Austrália foi internado num campo de concentração. Em 1946, abriu o primeiro estúdio de fotografia.

A exposição pode ser visitada em Berlim até Maio de 2015.