Última hora

Última hora

Moscovo critica Ocidente na reunião da OSCE e Kiev quer trégua "real"

Ucrânia e Rússia defendem ambas diálogo entre Kiev e separatistas

Em leitura:

Moscovo critica Ocidente na reunião da OSCE e Kiev quer trégua "real"

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe da diplomacia russa critica o Ocidente por atribuir constantemente a culpa a Moscovo pela crise no Leste da Ucrânia.

No segundo dia do encontro da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, na cidade suíça de Basileia, Serguei Lavrov reiterou o apelo a negociações diretas entre Kiev e os rebeldes separatistas.

Lavrov afirmou ainda que “o papel de missão especial de vigilância da OSCE está a aumentar… Vai vigiar a retirada de armas pesadas da linha de divisão, bem como o respeito do cessar-fogo entre as forças de Kiev e as milícias”.

O homólogo ucraniano disse esperar que a trégua que deve entrar em vigor no dia 9 seja “realmente” aplicada, contrariamente às precedentes.

Pavlo Klimkin disse que “na situação atual, é preciso encontrar um novo impulso para que a OSCE se torne realmente política, para ser capaz de agir face aos desafios para a segurança europeia e propulsionar os esforços de paz no continente europeu”.

Kiev está a tentar reunir à volta da mesma mesa, na próxima semana, representantes da OCSE, dos rebeldes e das presidências ucraniana e russa.