Última hora

Última hora

Opel: Fim da produção em Bochum

Em leitura:

Opel: Fim da produção em Bochum

Tamanho do texto Aa Aa

Fim da produção na fábrica da Opel em Bochum, na região alemã de Renânia do Norte-Vestefália. Esta sexta-feira foi produzido o último veículo, a Zafira. O carro não será vendido.

As instalações serão transformadas no próximo ano em armazém de peças, garantindo emprego a apenas setecentos trabalhadores.

A presidente da Câmara de Bochum, Ottilie Scholz, comenta: “É um dia realmente triste. É o último turno de trabalho, têm-se de deixar as coisas depois de ter trabalhado aqui tantos anos. As instalações e os produtos Opel estão muito ligados a esta região”.

A fábrica de Bochum abriu em 1962. Desde então produziu 13,5 milhões de veículos. No apogeu, nos anos setenta, a fábrica dava emprego a 20 mil pessoas. Restam, hoje, 3700.

A General Motors, cada mãe da Opel, decidiu fechar as instalações face ao excesso de produção e o recuo do mercado na Europa. O encerramento vai custar entre 500 e 700 milhões de euros.

Para a história de Bochum ficam modelos como Kadett, Manta, Astra e Zafira.