Última hora

Última hora

Judo: Japão soma e segue no Grand Slam de Tóquio

Mais duas medalhas de ouro para o Japão no segundo dia do Grand Slam de Tóquio.

Em leitura:

Judo: Japão soma e segue no Grand Slam de Tóquio

Tamanho do texto Aa Aa

Perante o seu público, os judocas nipónicos não desiludiram e conquistaram mais duas medalhas de ouro no segundo dia do Grand Slam de Tóquio.

Numa final 100% nipónica, na categoria de -73 kg, Hiroyuki Akimoto impôs-se a Shohei Ono, o campeão dos mundiais de 2013, no Rio de Janeiro.

O ‘yuko’ conseguido por Akimoto acabou por garantir o título ao japonês.

O português Jorge Fernandes venceu os dois primeiros combates antes de ser eliminado. André Alves, apenas um.

Na categoria de -81kg, Takanori Nagase defendeu, com sucesso, a medalha de ouro conquistada neste mesmo tatame no ano passado.

O nipónico derrotou o atual campeão do mundo nas meias-finais e o combate para o título, face a Sergiu Toma, acabou por ser decidido no tempo extra, com Nagase a vencer depois do seu adversário ter recebido mais uma penalização por passividade.

No quadro feminino, a francesa Gervise Emane impôs-se, na categoria de -70 kg, à nipónica Haruka Tachimoto, que não conseguiu capitalizar todo o apoio do público em Tóquio, acabando por ficar com a medalha de prata.

Finalmente, a categoria de -63 kg foi a única sem japoneses na final. A portuguesa Ana Cachola perdeu logo no primeiro combate. O título foi decidido entre a eslovena Tina Trstenjak e a italiana Edwige Gwend.
A final foi rápida. Após alguns segundos de combate, a eslovena Trstenjak conseguiu o ‘ippon’, que lhe valeu o ouro.