This content is not available in your region

Lara Gut derrota a rainha da neve, Ted Ligety vence em casa

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
Lara Gut derrota a rainha da neve, Ted Ligety vence em casa

<p>Lindsey Vonn festejou a primeira vitória em 22 meses no downhill de Lake Louise e foi naturalmente o grande destaque do fim de semana na Taça do Mundo de esqui alpino.</p> <p>No entanto este domingo a norte-americana nada pôde fazer para derrotar Lara Gut. A suíça é a atual detentora do Globo de Cristal no super gigante e não deixou os seus créditos por mãos alheias na primeira prova da disciplina esta temporada.</p> <p>Lara Gut completou a prova em 1m18s48’ repetindo o triunfo do ano passado na estância canadiana. Aos 23 anos de idade, tem já onze vitórias na Taça do Mundo.</p> <p>Lindsey Vonn ficou a 37 centésimos de um fim de semana perfeito em que até regressava após uma longa ausência por lesão no joelho direito. A norte-americana não se ressentiu da paragem, no sábado venceu a descida, no domingo foi segunda classificada no super g. A rainha do esqui alpino está de volta.</p> <blockquote class="instagram-media" data-instgrm-captioned data-instgrm-version="4" style=" background:#FFF; border:0; border-radius:3px; box-shadow:0 0 1px 0 rgba(0,0,0,0.5),0 1px 10px 0 rgba(0,0,0,0.15); margin: 1px; max-width:658px; padding:0; width:99.375%; width:-webkit-calc(100% - 2px); width:calc(100% - 2px);"><div style="padding:8px;"> <div style=" background:#F8F8F8; line-height:0; margin-top:40px; padding:50% 0; text-align:center; width:100%;"> <div style=" background:url(data:image/png;base64,iVBORw0KGgoAAAANSUhEUgAAACwAAAAsCAMAAAApWqozAAAAGFBMVEUiIiI9PT0eHh4gIB4hIBkcHBwcHBwcHBydr+JQAAAACHRSTlMABA4YHyQsM5jtaMwAAADfSURBVDjL7ZVBEgMhCAQBAf//42xcNbpAqakcM0ftUmFAAIBE81IqBJdS3lS6zs3bIpB9WED3YYXFPmHRfT8sgyrCP1x8uEUxLMzNWElFOYCV6mHWWwMzdPEKHlhLw7NWJqkHc4uIZphavDzA2JPzUDsBZziNae2S6owH8xPmX8G7zzgKEOPUoYHvGz1TBCxMkd3kwNVbU0gKHkx+iZILf77IofhrY1nYFnB/lQPb79drWOyJVa/DAvg9B/rLB4cC+Nqgdz/TvBbBnr6GBReqn/nRmDgaQEej7WhonozjF+Y2I/fZou/qAAAAAElFTkSuQmCC); display:block; height:44px; margin:0 auto -44px; position:relative; top:-22px; width:44px;"></div></div> <p style=" margin:8px 0 0 0; padding:0 4px;"> <a href="https://instagram.com/p/wSJ10QETnA/" style=" color:#000; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; font-style:normal; font-weight:normal; line-height:17px; text-decoration:none; word-wrap:break-word;" target="_top">What a day!!! After two blown out knees I'm finally back!!! And to top it off I was surrounded my my two teammates for the first ever Usa sweep! We are #thenew30 #teamUSA #60 <code>juliamancuso </code>staceycookusa</a></p> <p style=" color:#c9c8cd; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; line-height:17px; margin-bottom:0; margin-top:8px; overflow:hidden; padding:8px 0 7px; text-align:center; text-overflow:ellipsis; white-space:nowrap;">Ein von Lindsey Vonn (@lindseyvonn) gepostetes Foto am <time style=" font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; line-height:17px;" datetime="2014-12-06T23:26:16+00:00">Dez 12, 2014 at 3:26 <span class="caps">PST</span></time></p></div></blockquote> <script async defer src="//platform.instagram.com/en_US/embeds.js"></script> <p>No lugar mais baixo do pódio ficou Tina Maze. A eslovena terminou a 81 centésimos da vencedora e consolidou a liderança na Taça do Mundo. Tem agora 117 pontos de vantagem sobre a austríaca Anna Fenninger, que não foi além da oitava posição no super gigante de Lake Louise.</p> <p><strong>Para Franck Piccard o esqui não se limita ao inverno</strong><br /> O fim de semana passado, Franck Piccard afirmou que Vonn podia deixar a sua marca logo no regresso e o tempo mostrou que tinha razão.</p> <p>Este domingo, o antigo campeão olímpico fala da preparação física, indispensável durante o verão para estar em forma no inverno.</p> <p>Franck Piccard: “O esqui alpino é um desporto incrível porque exige qualidades em todos os campos. É preciso resistência, velocidade, força, equilíbrio e é ainda preciso manter a postura no ar. São todas características que não se podem trabalhar só sobre os esquis.</p> <p>É necessário trabalhá-las no paraquedismo, snowboard, surf… Enquanto não se percorrer todas as etapas de preparação, enquanto não se der todos os passos necessários é impossível esquiar ao mais alto nível.”</p> <p><strong>Três vencedores em Beaver Creek</strong> </p> <p>Durante três dias os melhores esquiadores do planeta fizeram as delícias dos adeptos na Bird of Prey, a pista de Beaver Creek que irá acolher os Campeonatos do Mundo de fevereiro. Três percursos, três disciplinas e três vencedores diferentes.</p> <p>Kjetil Jansrud começou o fim de semana em grande, com a terceira vitória consecutiva na Taça do Mundo. O norueguês, que já tinha vencido as duas provas de Lake Louise, voltou a não dar hipóteses na descida.</p> <p>Jansrud, no entanto não conseguiu manter a série vitoriosa no super gigante de sábado. Teve de se contentar com a segunda posição, onze meses depois, o austríaco Hannes Reichelt voltou a subir ao lugar mais alto do pódio.</p> <p>O fim de semana em Beaver Creek terminou com a vitória de um homem da casa, Ted Ligety conquistou o slalom gigante de domingo. Jansrud não foi além da 15ª posição, ainda assim é ele quem lidera a Taça do Mundo.</p> <blockquote class="instagram-media" data-instgrm-captioned data-instgrm-version="4" style=" background:#FFF; border:0; border-radius:3px; box-shadow:0 0 1px 0 rgba(0,0,0,0.5),0 1px 10px 0 rgba(0,0,0,0.15); margin: 1px; max-width:658px; padding:0; width:99.375%; width:-webkit-calc(100% - 2px); width:calc(100% - 2px);"><div style="padding:8px;"> <div style=" background:#F8F8F8; line-height:0; margin-top:40px; padding:50% 0; text-align:center; width:100%;"> <div style=" background:url(data:image/png;base64,iVBORw0KGgoAAAANSUhEUgAAACwAAAAsCAMAAAApWqozAAAAGFBMVEUiIiI9PT0eHh4gIB4hIBkcHBwcHBwcHBydr+JQAAAACHRSTlMABA4YHyQsM5jtaMwAAADfSURBVDjL7ZVBEgMhCAQBAf//42xcNbpAqakcM0ftUmFAAIBE81IqBJdS3lS6zs3bIpB9WED3YYXFPmHRfT8sgyrCP1x8uEUxLMzNWElFOYCV6mHWWwMzdPEKHlhLw7NWJqkHc4uIZphavDzA2JPzUDsBZziNae2S6owH8xPmX8G7zzgKEOPUoYHvGz1TBCxMkd3kwNVbU0gKHkx+iZILf77IofhrY1nYFnB/lQPb79drWOyJVa/DAvg9B/rLB4cC+Nqgdz/TvBbBnr6GBReqn/nRmDgaQEej7WhonozjF+Y2I/fZou/qAAAAAElFTkSuQmCC); display:block; height:44px; margin:0 auto -44px; position:relative; top:-22px; width:44px;"></div></div> <p style=" margin:8px 0 0 0; padding:0 4px;"> <a href="https://instagram.com/p/wPFKZwvz4G/" style=" color:#000; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; font-style:normal; font-weight:normal; line-height:17px; text-decoration:none; word-wrap:break-word;" target="_top">Wow. Again. #headwhatsyourlimit</a></p> <p style=" color:#c9c8cd; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; line-height:17px; margin-bottom:0; margin-top:8px; overflow:hidden; padding:8px 0 7px; text-align:center; text-overflow:ellipsis; white-space:nowrap;">Une photo publiée par Kjetil Jansrud (@kjansrud) le <time style=" font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; line-height:17px;" datetime="2014-12-05T18:47:39+00:00">Déc. 12, 2014 at 10:47 <span class="caps">PST</span></time></p></div></blockquote> <script async defer src="//platform.instagram.com/en_US/embeds.js"></script> <p><strong>Esqui de outros tempos</strong></p> <p>Recuamos a 7 de dezembro de 1975, Ken Read acabou de surpreender em Val d’Isère com a vitória no Critério da primeira neve. O jovem canadiano estabeleceu um tempo canhão que nenhum dos especialistas conseguiu bater, nem mesmo Franz Klammer, que não era derrotado num downhill há 310 dias.</p> <p>Duas semanas mais tarde foi a vez de Dave Irwin vencer em Schladming. Até então, as provas de velocidade eram domínio exclusivo das nações alpinas. O segredo destes canadianos, Ken Read e Dave Irwin, mas também Dave Murray e Steve Podborski, era não ter medo de correr riscos. Nasceu aí a alcunha “Crazy Canucks.”</p> <p><strong>Para a semana há mais</strong></p> <p>A próxima etapa da Taça do Mundo estava marcada para Couchevel, nas mulheres, e Val d’Isère, nos homens, mas devido à falta de neve nas estâncias francesas, ambas as provas foram mudadas para Åre, na Suécia.</p>