Última hora

Última hora

Greve contra a austeridade esvazia capital da Bélgica

A greve visa protestar contra medidas de austeridade tais como o aumento da idade da reforma e cortes salariais.

Em leitura:

Greve contra a austeridade esvazia capital da Bélgica

Tamanho do texto Aa Aa

O cancelamento de voos no aeroporto nacional e a paralisação da maioria dos transportes públicos são o lado mais visível da greve, esta segunda-feira, na região de Bruxelas e província de Brabant, contras as medidas de austeridade anunciadas pelo Governo da Bélgica.

Point of view

Estão a atacar os trabalhadores, mas continuam a dar ajudas às grandes empresas e aos ricos

O secretário do sindicato CGSP, Philippe Peers, disse à euronews que “estão a atacar os trabalhadores, mas continuam a dar ajudas às grandes empresas e aos ricos. Não podemos aceitar isso. “

Em causa estão medidas tais como o aumento da idade da reforma e cortes salariais.

Mas esta paralisação é apenas um ensaio para a greve geral marcada para o dia 15, a que se devem juntar manifestações pelas ruas, como refere o correspondente da euronews.

“Os sindicatos dizem que, se o governo não recuar nas medidas de austeridade, vão fazer nova paralisação na semana que vem, que não afetará só a região de Bruxelas, mas toda a Bélgica”, disse Sandor Zsiros.