Última hora

Última hora

Marraquexe acolhe 14ª edição do Festival Internacional do Filme

Em leitura:

Marraquexe acolhe 14ª edição do Festival Internacional do Filme

Tamanho do texto Aa Aa

Chris Cummins, euronews: “- Seja bem-vindo ao 14° Festival Internacional do Filme de Marraquexe. 87 fitas, vindas de 22 países, refletem a

Chris Cummins, euronews:

“- Seja bem-vindo ao 14° Festival Internacional do Filme de Marraquexe. 87 fitas, vindas de 22 países, refletem a diversidade das emoções humanas. Para os filmes em competição, os temas são a verdade e a busca de sentido, alguns são bem-humorados e calorosos, outros são negros e perturbadores.”

O “Elefante Azul”, de Marwan Hamed, conta com a participação de Karim Abdel Aziz no papel de um psiquiatra que, ao regressar ao trabalho depois de uma longa pausa devido à morte da família, encontra um amigo na ala do hospital reservada aos criminosos com doenças mentais.

Karim Abdel Aziz, ator:

“- Estou muito contente com a seleção do “Elefante Azul” para a competição oficial do Festival de Marraquexe. É muito diferente de todos os papéis que desempenhei nos últimos 17 anos. É por isso que o fiz. Mudei o meu rosto e perdi dez quilos.”

O filme americano “Things People Do”, de Saar Klein, aborda os tempos de crise económica que se vivem nos últimos anos.

Saar Klein, realizador:

“O filme é acerca de um homem muito bom, um quadro de uma empresa, na América, que perde o emprego e entra em decadência, a fazer coisas que vão contra as suas crenças, uma vida de crime que se torna cada vez maior e é acerca da forma como lida com as suas decisões e como tenta proteger a família num mundo como o de hoje que é muito complicado.”

Chris Cummins, euronews:

“- É tradição neste festival homenagear quem tenha servido a indústria cinematográfica com distinção. Com mais de 100 filmes no currículo, o ator egípcio Adel Imam é um dos distinguidos.”

“- O ator britânico Jeremy Irons é outros dos homenageados.”

Jeremy Irons, ator:

“- Adoro uma boa caça às pechinchas. Esta manhã andei à procura de tapetes para o meu filho e a saborear o chá que adoro, o chá de menta, e a regatear com um homem que conhece bem os seus tapetes.”

Chris Cummins, euronews:

“Mas agora já tem um tapete vermelho!”

Jeremy Irons, ator:

“Um quê? Tapete vermelho? Sim, mas na verdade podia ser melhor, podia ser um bonito tapete berbere em vez desta coisa barata.”