Última hora

Última hora

Papa invoca "inconveniência" e não recebe Dalai Lama

Papa Francisco não recebe Dalai Lama com receio de desagradar a Pequim e de prejudicar os católicos da China.

Em leitura:

Papa invoca "inconveniência" e não recebe Dalai Lama

Tamanho do texto Aa Aa

Em Roma a partir desta sexta-feira e por três dias, para uma cimeira de laureados prémio Nobel da Paz, Dalai Lama não será recebido pelo Papa Francisco.

Os esforços de aproximação da Santa Sé à China e a extrema sensibilidade de Pequim no dossiê “Tibete”, acrescido do risco de retaliação em relação às liberdades dos católicos na China estão na origem da decisão do Vaticano.

O líder espiritual tibetano disse que não se reunirá com o Papa Francisco em Roma, pois o Vaticano teme “inconvenientes”.

O Papa atribui grande importância ao diálogo intre religiões e à relação com o budismo, um dos temas da sua próxima visita ao Sri Lanka, de 12 a 14 de janeiro.

O último encontro do Sumo Pontífice com o líder budista, acusado pela China de defender a independência do Tibete, decorreu em outubro de 2006.

Prémio Nobel da Paz há 25 anos, Dalai Lama tem vindo a ser também rejeitado por um número crescente de embaixadas preocupadas em agradar ao regime de Pequim.