Última hora

Última hora

Polícia de Hong Kong lança ultimato a manifestantes

As polícia ameaça usar a força se os manifestantes pró-democracia não desocuparem as ruas do centro de Hong Kong.

Em leitura:

Polícia de Hong Kong lança ultimato a manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia de Hong Kong começou a levantar as barricadas para desalojar os manifestantes que se mantêm nas ruas do centro, ao fim de vários meses de protestos.

A polícia lançou um ultimato para que os manifestantes deixem de ocupar as ruas. Se o aviso for desrespeitado, o bloqueio pode ser rompido à força.

Se há alguns meses os manifestantes pró-democracia nas ruas de Hong Kong eram várias centenas de milhares, o número foi sendo cada vez mais reduzido. Agora, são apenas algumas centenas que ocupam a zona da sede do governo.

Protestam contra a forma como as eleições, previstas para daqui a dois anos, estão a ser organizadas. Todos os candidatos são propostos pelo governo de Pequim.

Apesar das manifestações, o governo não cedeu um milímetro às exigências. As eleições vão ser democráticas, sim… Mas é democracia à chinesa.