Última hora

Última hora

Bélgica despede-se de Fabíola

É o último adeus à antiga rainha Fabíola da Bélgica. O cortejo fúnebre partiu, esta manhã, do Palácio Real em direção à catedral de São Miguel e

Em leitura:

Bélgica despede-se de Fabíola

Tamanho do texto Aa Aa

É o último adeus à antiga rainha Fabíola da Bélgica. O cortejo fúnebre partiu, esta manhã, do Palácio Real em direção à catedral de São Miguel e Santa Gudula, em Bruxelas.

Um percurso com cerca de um quilómetro acompanhado de perto pelos reis belgas Felipe e Matilde.

Cerca de 1300 pessoas marcaram presença na cerimónia fúnebre. Entre eles estão vários representantes da realeza europeia.

Os restos mortais de Fabíola vão ser, posteriormente, transladados para a cripta do Palácio de Laeken.

A viúva do rei Balduíno – o quinto soberano dos belgas -faleceu na passada sexta-feira aos 86 anos, nos arredores de Bruxelas.

Foi vista em público, pela última vez, no ano passado durante uma missa de homenagem ao marido.

A vida de Fabíola ficou marcada pela discrição após o desaparecimento de Balduíno em 1993.

A Bélgica cumpre uma semana de luto nacional que termina este sábado.