Última hora

Última hora

A rota das sanções, da Rússia a Cuba

Em leitura:

A rota das sanções, da Rússia a Cuba

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente Vladimir Putin tenta acalmar os receios sobre a economia russa. A questão do rublo foi o principal tópico da conferência de imprensa de fim de ano.

Não houve surpresas. A divisa perdeu cerca de 16% em apenas dois dias, esta semana, e tocou novos mínimos históricos face ao dólar e ao euro.

O Banco Central e o ministro das Finanças agiram para apoiar o rublo, enquanto a população corre às lojas comprar bens antes que os preços subam ainda mais.

Discutimos as respostas de Putin com Angus Campbell, analista da FxPro, logo após a conferência de imprensa.

Se para a Rússia, é o início das consequências das sanções, para Cuba os problemas estão a ser resolvidos.

Em Washington e Havana, os presidente Barack Obama e Raúl Castro informaram, em simultâneo, a população de que as relações entre Cuba e Estados Unidos vão mudar. Após cinco décadas de hostilidade, reatam laços económicos e diplomáticos.

Estes são os temas da última edição de Business Weekly de 2014.