Última hora

Última hora

EUA: Ciberataque contra Sony Pictures Entertainment é questão de segurança nacional

A Casa Branca classificou o ciberataque contra a Sony Pictures Entertainment como "uma grave questão de segurança nacional".

Em leitura:

EUA: Ciberataque contra Sony Pictures Entertainment é questão de segurança nacional

Tamanho do texto Aa Aa

“Uma grave questão de segurança nacional”. Foi desta forma que a Casa Branca classificou o ataque cibernético sem precedentes contra a Sony Pictures Entertainment, que levou a filial de cinema da Sony a cancelar a estreia do filme “The Interview”, cujo título em português é “Uma Entrevista de Loucos”.

A comédia é centrada num plano fictício da CIA para assassinar o líder norte-coreano Kim Jong-Un. Washington não aponta, para já, o dedo diretamente a Pyongyang, mas deixa subentender a acusação.

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, explicou que “existem provas que indicam uma atividade destrutiva e mal-intencionada iniciada por um ator sério. O FBI e o Departamento de Justiça estão a tratá-las de forma tão séria quanto seria de esperar”.

Uma fonte da Sony indicou que as autoridades norte-americanas poderão oficializar em breve a acusação contra a Coreia do Norte. O regime de Kim Jong-Un negou qualquer responsabilidade na piratagem que classificou, no entanto, como um “ato legítimo”.

Veja o “trailer” promocional do filme controverso