Última hora

Última hora

Lyon: Museu des Confluences abre ao público

Abre este sábado, em Lyon, o Museu des Confluences um projeto polémico, com uma arquitetura futurista, que não agrada a todos. O espaço reúne o

Em leitura:

Lyon: Museu des Confluences abre ao público

Tamanho do texto Aa Aa

Abre este sábado, em Lyon, o Museu des Confluences um projeto polémico, com uma arquitetura futurista, que não agrada a todos.

O espaço reúne o acervo do antigo Museu de História Natural de Lyon, parte do do Museu Nacional de Artes Asiáticas – Guimet – bem como outras coleções que permitem o cruzamento entre ciências naturais, humanas e técnicas. No total são mais de dois milhões de objetos que ajudam a contar a história do Homem e do Universo:

Fred Ponsard,euronews:

“É o grande dia, o dia D?”

“Sim, todos os que participaram estão muito orgulhosos neste belo e maluco projeto”, adianta o arquiteto responsável pelo projeto, Wolf D. Prix.

Duas exposições temporárias marcam a abertura deste museu situado na confluência entre dois rios: o Rhône e o Saône. E que para alguns é um espaço especial:

“É, verdadeiramente, mágico. Vamos de etapa em etapa com uma iluminação que nos transporta para uma atmosfera muito particular, é realmente mágico, repito, é incrível.”

Foram precisos quase dez anos para terminar o projeto que custou mais de 230 milhões de euros:

“Para lá das polémicas financeiras e arquitetónicas, o Museu des Confluences foi, finalmente, inaugurado em Lyon. É um símbolo forte para a cidade e é um museu do século XXI que atravessa disciplinas e eras”, refere o repórter da euronews.