Última hora

Última hora

Cuba/EUA: E agora?

Vinte organizações de cubanos no exílio em Miami manifestaram-se sábado contra as “concessões” do presidente Barack Obama, ao “regime” de Raul

Em leitura:

Cuba/EUA: E agora?

Tamanho do texto Aa Aa

Vinte organizações de cubanos no exílio em Miami manifestaram-se sábado contra as “concessões” do presidente Barack Obama, ao “regime” de Raul Castro.

O protesto, no centro da cidade, concentrou os ataques no que os participantes qualificaram de “traição” e de “medidas nefastas” de Obama, que acusam de ter claudicado perante o poder de Cuba.

“Penso que o que está a acontecer não é mais que uma rendição desta administração para evitar que a democracia chegue a Cuba. São concessões a uma ditadura que não está disposta a mudanças”, disse uma manifestante.

No discurso de encerramento da Assembleia Nacional, em Havana, o presidente Raul Castro advertiu que apesar do restabelecimento de relações diplomáticas com os Estados Unidos, Cuba não renunciará ao sistema político socialista.

“Não se pense que, para melhorar as relações com os Estados Unidos, Cuba renuncia às ideias pelas quais lutou durante mais de um século”, sublinhou Raul Castro.

O discurso de Raul Castro aconteceu um dia depois da Assembleia Nacional ter ratificado, por unanimidade, o restabelecimento de relações diplomáticas com os Estados Unidos, após mais 50 anos de costas voltadas.