This content is not available in your region

EUA: Obama condena assassínio de dois polícias em Nova Iorque

Access to the comments Comentários
De  Fernando Peneda  com Lusa
EUA: Obama condena assassínio de dois polícias em Nova Iorque

<p>O presidente Barack Obama, condenou o assassínio de dois polícias em Nova Iorque, abatidos a tiro dentro do carro-patrulha por um homem, que fugiu para uma estação de metro e se suicidou.</p> <p>Ismaaiyl Brinsley, de 28 anos, havia postado nas redes sociais comentários hostis à polícia mencionando Eric Garner e Michael Brown, dois homens negros que morreram (sem estarem armados) em intervenções policiais nos últimos meses.</p> <p>O presidente da câmara de Nova Iorque recordou os dois polícias assassinados.</p> <p>“A nossa cidade está de luto, os nossos corações estão despedaçados. Perdemos dois homens bons que dedicaram a sua vida a proteger-nos. O agente Ramos e o agente Liu morreram em serviço a proteger a cidade que amavam”, disse Bill de Blasio.</p> <p>Wenjian Liu – casado há dois meses – e Rafael Ramos, foram mortos a tiro no sábado, no bairro de Brooklyn, dentro do seu carro-patrulha. Ismaaiyl Brinsley disparou várias vezes através de uma janela e os polícias não tiveram tempo para reagir ao ataque, sendo atingidos na cabeça.</p> <p>Este incidente acontece no momento em que as tensões raciais nos Estados Unidos estão ao rubro, depois de polícias terem morto negros desarmados e não terem sido condenados.</p>