Última hora

Última hora

Artur Mas investigado por desobediência

Desafiou o Governo de Madrid e o Tribunal Constitucional e avançou com o referendo não vinculativo sobre a independência da Catalunha. Artur Mas vai, agora, responder por desobediência.

Em leitura:

Artur Mas investigado por desobediência

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente regional da Catalunha vai ser investigado por desobediência.

Em causa a consulta popular simbólica sobre a independência da região organizada em novembro.

O Tribunal Superior de Justiça da Catalunha decidiu investigar as queixas apresentadas contra Artur Mas e dois outros dirigentes regionais: a vice-presidente do governo catalão e a responsável pela Educação.

A 09 de novembro e contrariando a decisão do Tribunal Constitucional, o presidente da Comunidade Autónoma avançou com a consulta popular, a que chamou de alternativa

O referendo, não vinculativo, mobilizou mais de dois milhões de eleitores.

A maioria dos catalães – cerca de 80 por cento – respondeu “sim” às duas perguntas colocadas: “Deve a Catalunha ser um Estado?” e “Deve a Catalunha ser independente?”

Uma vitória simbólica que pode afastar Mas de futuras eleições regionais.