Última hora

Última hora

Austrália: cerimónias fúnebres recordam vítimas do sequestro

Australianos recordam as duas vítimas do sequestro em Sydney

Em leitura:

Austrália: cerimónias fúnebres recordam vítimas do sequestro

Tamanho do texto Aa Aa

Na Austrália tiveram lugar os funerais das duas vítimas mortais do sequestro ocorrido no dia 15 de dezembro num café em Sydney.

A cerimónia fúnebre de Tori Johnson teve lugar a pouca distância do local do sequestro.

Notícias não confirmadas sugerem que Johnson teria tentado tirar a arma ao sequestrador, Man Haron Monis, ato que possibilitou a fuga de vários reféns que se encontravam no local.

A outra vítima do sequestro, Katrina Dawson, foi recordada no decurso de um serviço fúnebre na Universidade de Sydney. Advogada e mãe de três filhos, Katrina perdeu a vida ao defender uma amiga que se encontrava grávida.

O sequestro durou 16 horas findas as quais a polícia acabaria por tomar de assalto o café eliminando o sequestrador, um indivíduo de 50 anos, auto-intitulado clérigo islâmico, com um longo cadastro criminal.

Falando a jornalistas, o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, lançou o alerta afirmando que a ameaça terrorista permanece elevada. Abbott exortou ainda a população a permanecer alerta.