Última hora

Última hora

Ciberataque a centrais nucleares sul coreanas causa alarmismo

O responsável pela Korea Hydro e Energia Nuclear (KHNP), que administra os 23 reatores nucleares da Coreia do Sul, disse que os sistemas informáticos foram alvo de um ciberataque.

Em leitura:

Ciberataque a centrais nucleares sul coreanas causa alarmismo

Tamanho do texto Aa Aa

Alarme na Coreia do Sul. Uma série de dados foram pirateados da central nuclear nacional – Korea Hydro e Energia Nuclear (KHNP) – e os sistemas de computador cortados provocando alarmismo num país que permanece em guerra psicológica com a Coreia do Norte.

Point of view

"Um acontecimento grave, inaceitável em termos de segurança nacional."

Os responsáveis declararam que apenas “dados não críticos” haviam sido afetados e que o funcionamento das centrais nucleares não esteve em risco.

Uma investigação policial está em curso. A presidente sul-coreano Park Geun-hye, disse que este ataque “é um acontecimento grave e inaceitável em termos de segurança nacional”.

Este incidente, a que as autoridades chamam
“ciberterrorismo” assemelha-se ao registado nos Estados Unidos e mais uma vez se aponta o dedo à Coreia do Norte que recentemente lançou uma operação devastadora sobre a Sony Pictures.