Última hora

Última hora

Grécia: PM alerta para consequências de eleições antecipadas

Após duas votações inconclusivas, a Grécia permanece sem um presidente. Esta terça-feira apenas 168 deputados de um total de 300 deputados se

Em leitura:

Grécia: PM alerta para consequências de eleições antecipadas

Tamanho do texto Aa Aa

Após duas votações inconclusivas, a Grécia permanece sem um presidente.

Esta terça-feira apenas 168 deputados de um total de 300 deputados se mostraram a favor da escolha do único candidato à presidência, Stavros Dimas.

Dimas seria eleito se conseguisse pelo menos duzentos votos.

O primeiro-ministro Antonis Samaras prometeu convocar eleições antecipadas no final de 2015 caso Stavros Dimas fosse eleito agora.

“Espero sinceramente que na última votação se evite um desastre nacional. A terceira votação é a mais importante porque as pessoas terão que assumir as suas consequências. É como se cada voto tivesse um nome”, disse Samaras em conferência de imprensa.

Um dos seus rivais diretos, Alexis Tsipras, líder da oposição, mantém o tom de desafio.

“Nem este parlamento, nem o povo grego vão assinar um cheque em branco para o sr. Samaras de forma a autorizar o memorando e os pré-requisitos dos credores internacionais com vista à austeridade que não pára de cortar nas pensões, nos serviços de saúde e na destruição da sociedade grega”, disse Tsipras.

“Após o segundo voto inconclusivo desta terça-feira, os deputados gregos regressam ao parlamento na segunda-feira, dia 29, para um terceiro e último voto. À sua frente têm uma escolha muito clara, ou escolhem um novo presidente ou convocam novas eleições”.