Última hora

Última hora

PM francês apela à vigilância e unidade

Manuel Valls recusa qualquer relação entre os incidentes dos últimos três dias

Em leitura:

PM francês apela à vigilância e unidade

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, afirma que a recente vaga de ataques violentos em França é “algo sério e preocupante”.

As palavras de Valls foram proferidas esta terça-feira na sequência de três ataques que pelo menos um morto e mais de uma dezena de feridos.

Joue-les-Tours no sábado à tarde, Dijon no domingo à noite e Nantes na segunda-feira foram os locais dos vários incidentes.

“Queremos proteger e assegurar os franceses e dizer-lhes que todos os serviços do estado foram mobilizados. Numa sociedade que já de si se encontra fragilizada, os indivíduos que sofrem de patologias psiquiátricas graves podem agir”, afirmou o primeiro-ministro francês.

As autoridades recusam qualquer tipo de relação entre os três incidentes afirmando que são casos isolados.

A França permanece em alto estado de alerta após extremistas islâmicos terem apelado a ataques contra cidadãos e interesses franceses em resposta a ofensivas militares ocorridas em África e no Médio Oriente.