Última hora

Última hora

Cristãos iraquianos celebram Natal

Este ano foi dada uma atenção aos refugiados e crianças originárias de Mosul

Em leitura:

Cristãos iraquianos celebram Natal

Tamanho do texto Aa Aa

No Iraque também se celebra o Natal.

Cerca de 80 famílias de deslocados cristãos oriundos de Mosul reuniram-se numa escola no centro de Bagdade a fim de celebrarem o nascimento de Jesus Cristo.

O Pai Natal marcou presença e distribuiu presentes às crianças.

Fora da capital outros cristãos não vêm razões para celebrar. Em Dohuk, famílias de deslocados oriundos de Mosul afirmam que este ano não há razões para festejar.

Os únicos preparativos natalícios foram apenas feitos para agradar às crianças.

“É Natal e não estamos a celebrar. Que mal é que as crianças fizeram? A culpa não é delas. Todos os países ocidentais celebram o Natal e nós somos cristãos. No entanto, vivemos em humilhação. Espero regressar a casa e às nossas igrejas no Ano Novo”, afirma Jawhara Youssif, uma cristã iraquiana originária de Mosul.

Esta terça-feira o Vaticano publicou uma carta do Papa Francisco dirigida aos cristãos do Médio Oriente. A missiva concentra-se em particular nas comunidades afetadas pelo avanço do grupo extremista Estado Islâmico.

O Papa termina afirmando esperar realizar uma visita à região em breve.