Última hora

Última hora

Suecos viram-se contra a imigração

Um engenho explosivo, atirado para o interior de uma mesquita, na cidade de Eskilstuna, a 90 quilómetros de Estocolmo, na Suécia, provocou um

Em leitura:

Suecos viram-se contra a imigração

Tamanho do texto Aa Aa

Um engenho explosivo, atirado para o interior de uma mesquita, na cidade de Eskilstuna, a 90 quilómetros de Estocolmo, na Suécia, provocou um incêndio que fez cinco ferido. No local encontravam-se entre 15 a 20 pessoas. A mesquita estava localizada no rés-do-chão de um edifício habitacional.

A polícia já abriu um inquérito para averiguar o que se passou mas não identificou nenhum suspeito.

O caso acontece quando existe, no país, um intenso debate sobre a imigração. A Suécia, conhecida por acolher bem os estrangeiros, mudou de sentido, em dezembro, quando o partido de extrema-direita dos Democratas foi eleito terceira força parlamentar. Esta viragem política forçou o governo de esquerda a convocar legislativas antecipadas para 22 de março.

Entretanto, uma sondagem refere que 43% dos suecos são a favor de corte no apoio aos refugiados.