Última hora

Última hora

Mais de 100 pessoas retidas no ferry Norman Atlantic

O forte vento e a ondulação do mar estão a dificultar o trabalho das equipas de socorro no Mar Adriático. A maioria dos passageiros já se encontra em terra.

Em leitura:

Mais de 100 pessoas retidas no ferry Norman Atlantic

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 100 pessoas continuam à espera de ser retiradas do ferry Norman Atlantic de bandeira italiana que, este domingo, se incendiou no mar Adriático.

No total, 478 pessoas seguiam a bordo da embarcação que fazia a ligação a Grécia e a Itália.

O número de vítimas morais, ainda, não é claro. As autoridades confirmaram a morte de um passageiro grego. Testemunhas falam, no entanto, em quatro vítimas mortais.

O alerta foi dado quando a embarcação se encontrava a cerca de 80 quilómetros da ilha grega de Corfu. Em curso está já um inquérito para apurar responsabilidades.

Além dos passageiros e da tripulação, o ferry transportava, ainda, mais de 200 veículos e terá sido nessa zona que se terá deflagrado o incêndio.

Dezenas de passageiros foram, entretanto, encaminhados para Bari no sudeste de Itália. A maioria apresentava ferimentos ligeiros.