Última hora

Última hora

Líder da Coreia do Norte aceita retomar diálogo com vizinho do Sul

Na tradicional mensagem de Ano Novo, o líder da Coreia do Norte anunciou estar disposto a retormar as conversações com o vizinho do Sul

Em leitura:

Líder da Coreia do Norte aceita retomar diálogo com vizinho do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

Aproveitando a tradicional mensagem de Ano Novo, o líder da Coreia do Norte anunciou estar disposto a retormar, ao mais alto nível, as conversações com a Coreia do Sul.

Num discurso televisivo, Kim Jong-un disse esperar que o governo de Seul “seja sincero na vontade de melhorar as relações” entre os dois países da península.

Tal como um pouco por tudo o mundo, Pyongyang também recorreu ao fogo-de-artifício para proporcionar alguns momentos animados ao habitantes da capital, embora as celebrações artísticas tenham sido reservadas à elite política do regime mais fechado do mundo.

Este sinal de boa-vontade de Kim foi, de certa forma, uma resposta positiva ao convite feito, na segunda-feira, pelo ministro da Unificação da Coreia do Sul para voltar à mesa das negociações, suspensas desde fevereiro.

Um dos temas mais delicados é o das famílias separadas desde a guerra, há 60 anos. As duas partes continuam tecnicamente em conflito, já que o armistício de 1953 nunca foi substituído por um tratado de paz definitivo.