Última hora

Última hora

Roma: Polícias municipais "meteram baixa" na passagem de ano

Em Roma, à semelhança de outras cidades em todo o mundo, a passagem de ano é sinónimo de festa, de milhares de pessoas na rua. Este ano, para a polícia municipal foi sinónimo de doença ou de momento p

Em leitura:

Roma: Polícias municipais "meteram baixa" na passagem de ano

Tamanho do texto Aa Aa

80% dos agentes de autoridade da cidade decidiu meter baixa ou marcar o dia 31 de dezembro para ir dar sangue, o que no caso dos funcionários públicos italianos quer dizer que não se trabalha nesse dia. Esta situação acontece num momento em que os polícias municipais, à semelhança de grande parte do setor público, têm vindo a manifestar-se contra as políticas de austeridade do governo.

O autarca de Roma já garantiu que “as autoridades vão analisar o que de extraordinário se passou durante essa noite. É preciso não esquecer que ocorreu uma enorme festa nas ruas, com cerca de 600 mil pessoas que queriam entrar da melhor forma no novo ano”. Luigi Nieri considera este caso “inaceitáveil”.

Mesmo com oito em cada dez polícias municipais fora de serviço, os festejos de Ano Novo em Roma correram sem incidentes.
O primeiro-ministro italiano já comentou este caso: Matteo Renzi garantiu que vai ser investigado para que não volte a repetir-se uma vez que pode pôr em causa a ordem pública.