Última hora

Última hora

Cerca 360 imigrantes do navio abandonado já estão em abrigos italianos

Em leitura:

Cerca 360 imigrantes do navio abandonado já estão em abrigos italianos

Cerca 360 imigrantes do navio abandonado já estão em abrigos italianos
Tamanho do texto Aa Aa

Já estão em abrigos italianos, os cerca de 360 imigrantes, que vinham a bordo do navio que chegou na sexta-feira ao porto de Corigliano depois da embarcação ter sido abandonada pela tripulação.

Numa primeira fase, a Marinha italiana falava de 450 imigrantes a bordo do Ezadeem.
Mas depois do desembarque, as autoridades dão conta que dentro do cargueiro estavam 232 homens, 54 mulheres e 74 menores, todos saudáveis.

Giovanna Di Benedetto, da organização não governamental, “Save The Children”, lembra que “estamos a verificar que a vinda de imigrantes continua a ocorrer nos meses frios, como novembro e dezembro. A maioria são sírios, palestinianos e curdos. Entre eles existem pessoas muito vulneráveis: crianças mulheres grávidas e idosos. Por isso estas operações de resgate são tão importantes”.

De acordo com um site especializado em tráfego marítimo (marinetraffic.com), o cargueiro terá saído do porto de Tartus, na Síria, a um de outubro. Um mês depois terá chegado a Famagusta, em Chipre. Entretanto, a embarcação terá estado parada sete dias junto à costa da Turquia, seguindo depois em direção a Itália. O destino final seria Sète, em França.

O navio, com 73 metros de comprimento, matriculado na Serra Leoa está preparado para o transporte de animais. Ao que tudo indica terá ficado sem eletricidade e foi deixado à deriva até chegar ao porto calabrês do sul de Itália. Recorde-se que 48 horas antes uma situação semelhante ocorreu com outro cargueiro, ao largo da Grécia, também abandonado pela tripulação, o Blue Sky M, que transportava cerca de 800 pessoas.