Última hora

Última hora

Dakar 2015: Gonçalves sólido com Rúben Faria e Carlos Sousa a subir

Com os portugueses em plano de destaque e alguns participantes um pouco perdidos no mapa, decorreu esta segunda-feira, entre Villa Carlos Paz e San

Em leitura:

Dakar 2015: Gonçalves sólido com Rúben Faria e Carlos Sousa a subir

Tamanho do texto Aa Aa

Com os portugueses em plano de destaque e alguns participantes um pouco perdidos no mapa, decorreu esta segunda-feira, entre Villa Carlos Paz e San Juan, na Argentina, a segunda etapa do Dakar 2015, o mítico rali todo-o-terreno que volta este ano a percorrer algumas das regiões mais áridas da América do Sul.

Nas duas rodas, o vencedor do dia foi o espanhol Joan Barreda, que assumiu a liderança da geral ao completar a etapa do dia em 5h46m06s. Na segunda posição da geral, continua Paulo Gonçalves. O “motard” português voltou a ser segundo nesta etapa, terminou a a pouco mais seis minutos do espanhol e segue, na geral, a 4,37 minutos de Barreda. O terceiro a cortar a meta em San Juan foi outro português. Ruben Faria gastou mais 9,16 minutos do que o vencedor e segue a 10,37 minutos do líder da geral.

Hélder Rodrigues terminou a etapa em sétimo e é oitavo da geral. Mário Patrão, por fim, cortou a meta em 31.° e segue em 35.°.

Nas quatro rodas, Carlos Sousa cortou a meta esta segunda-feira na nona posição. O piloto português, ao volante de um Mitsubishi, já conseguiu entrar no top-10 da geral desta edição do Dakar.

Nasser Al-Attiyah voltou, entretanto, a chegar em primeiro à meta. Depois de ter sido, contudo, penalizado na véspera e perdido a liderança na secretaria, o piloto do Catar, ao volante de um Mini, retomou o primeiro lugar da geral. Carlos Sousa é nono na geral e leva 22,04 minutos de atraso para o líder.