Última hora

Última hora

Polícia grega evita ataque a prisão de Atenas

Um ano depois de ter fugido da prisão, o militante grego de extrema-esquerda, Christodoulos Xiros, preparava um ataque armado contra o maior

Em leitura:

Polícia grega evita ataque a prisão de Atenas

Tamanho do texto Aa Aa

Um ano depois de ter fugido da prisão, o militante grego de extrema-esquerda, Christodoulos Xiros, preparava um ataque armado contra o maior estabelecimento prisional de Atenas, quando foi capturado perto da capital, no sábado.

A polícia recuperou oito metralhadoras, um lança granadas, três armas e malas de explosivos do domicílio do fugitivo, um ex-membro do grupo de extrema-esquerda, 17 de novembro.

“Ele atuava sozinho tentando ganhar a sua liberdade, sob a vigilância da polícia. Ele diz que reuniu todo o equipamento que foi encontrado com os seus próprios recursos”, explica o chefe da polícia.

Christodoulos Xiros foi condenado em 2003 à prisão perpétua por atividades terrorista tendo desaparecido em janeiro passado durante uma licença para visitar a família.

O ativista havia registado um vídeo, prometendo vingar o povo grego pelo sofrimento causado pelas medidas de austeridade impostas ao país.

A enviada da euronews, Fay Doulgkeri, reporta: “Vestindo um colete à prova de bala e escoltado por policiais fortemente armados da unidade antiterrorista, Xiros deixou o prédio da sede da polícia em Atenas com o seu advogado que dediciu não dar qualquer informação às autoridades”.