Última hora

Última hora

Barril de Brent quebra barreira dos 50 dólares

Em leitura:

Barril de Brent quebra barreira dos 50 dólares

Tamanho do texto Aa Aa

O barril de Brent quebrou esta quarta-feira a barreira simbólica dos 50 dólares. Durante a manhã, o barril, para entrega em fevereiro, chegou a valer 49,66 dólares, antes de recuperar ligeiramente.

Com a cotação em queda desde junho, devido a uma produção excessiva face à procura, os analistas não descartam que o barril possa descer até aos 40 dólares.

O crude está em mínimos de meados de 2009.

A queda acentuou-se após a reunião da OPEP em novembro. Nos poucos dias de 2015, em Londres ou Nova Iorque, o crude já perdeu mais de 10%. Mas desde junho, o Brent perdeu metade do valor.

Mike Ingram, analista do BGC Market, afirma: “Antes do Natal tudo o que eu ouvia era o quanto a queda do preço do petróleo era bom para o consumidor e para a economia global. Como disse na altura, existem alguns efeitos colaterais desagradáveis. Uma delas é possível tensão geopolítica gerada por alguns produtores de petróleo. Penso, sobretudo, na Rússia “.

Nos Estados Unidos, os “stocks” atingiram em novembro um valor recorde.

Na luta por quotas de mercado, a Arábia Saudita baixou os preços aos Estados Unidos e à Europa e não pretende reduzir a produção.

Os consumidores ressentem uma redução dos preços dos combustíveis, mas isso aumentou o risco de deflação na zona euro.