Última hora

Última hora

Luto em França e além fronteiras

A França está de luto depois do ataque contra o Charlie Hebdo. Exatamente ao meio-dia, o país parou para observar um minuto de silêncio em homenagem

Em leitura:

Luto em França e além fronteiras

Tamanho do texto Aa Aa

A França está de luto depois do ataque contra o Charlie Hebdo.

Exatamente ao meio-dia, o país parou para observar um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do atentado.

O chefe de Estado francês marcou presença na Prefeitura de Polícia de Paris, lado a lado com o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, e a presidente da Câmara da capital, Anne Hidalgo.

François Hollande decretou para esta quinta-feira uma jornada de luto nacional e as bandeiras vão manter-se a meia haste por todo o país, durante os próximos três dias.

Em Matignon, na sede do governo francês, o primeiro-ministro entoou de viva voz o hino depois de observar o minuto de silêncio.

A pedido do gabinete de Manuel Valls, por questões de segurança, a megamobilização convocada para Paris por partidos políticos e organizações da sociedade civil em homenagem às vítimas e em defesa da liberdade de expressão terá lugar no domingo e não no sábado, como inicialmente previsto.

Os deputados franceses saíram para o exterior do Parlamento para homenagear as vítimas do ataque.

Uma homenagem com eco além fronteiras. O Senado italiano antecipou-se, assinalando já ontem o minuto de silêncio, enquanto o parlamento de Roma marcou hoje o momento, tal como o fizeram os deputados espanhóis, à mesma hora que em França.