Última hora

Última hora

Os vencedores dos globos de ouro

Em leitura:

Os vencedores dos globos de ouro

Tamanho do texto Aa Aa

Durante a cerimónia de entrega dos Globos de Ouro, vários nomes da sétima arte prestaram homenagem às vítimas do ataque ao jornal satírico Charlie

Durante a cerimónia de entrega dos Globos de Ouro, vários nomes da sétima arte prestaram homenagem às vítimas do ataque ao jornal satírico Charlie Hebdo.

Point of view

Desfilaram cristãos, judeus e muçulmanos e líderes de países de todo o mundo. Não foi uma marcha de protesto. Foi uma marcha para dizer que não andaremos na rua com medo

George Clooney recebeu o prémio Cecil B DeMille pelo conjunto da carreira. O ator e realizador norte-americano mencionou as marcha de Domingo.

“Hoje foi um dia extraordinário. Milhões de pessoas desfilaram não só em Parismas em todo o mundo. Desfilaram cristãos, judeus e muçulmanos, líderes de países de todo o mundo. Não foi uma marcha de protesto, foi uma marcha para dizer que não andaremos na rua com medo. Eu sou o Charlie”, disse Clooney.

O grande vencedor da noite foi “Boyhood”. O filme de Richard Linklater arrecadou a estatueta para melhor longa-metragem dramática.

Filmado durante doze anos, entre 2002 e 2013 a obra acompanha o crescimento de um rapaz, da infância ao início da idade adulta.

Além da estatueta para melhor longa-metragem dramática, “Boyhood” arrecadou o prémio de melhor realizador e de melhor atriz secundária para Patricia Arquette.

“The Grand Budapest Hotel” ganhou o prémio de melhor comédia. A produção germano-britânica é protagonizada por Ralph Fines.

Julianne Moore venceu o globo de ouro para melhor atriz. Em “O meu nome é Alice,” a atriz americana-britânica incarna o papel de uma mulher com Alzheimer (estreia em Portugal a 5 de fevereiro).

Na categoria comédia, o prémio de melhor atriz foi para Amy Adams pelo papel no filme “Olhos Grandes” de Tim Burton.

Eddie Redmayne levou para casa o globo de ouro para melhor ator. O ator britânico de 33 anos incarna a figura do físico Stephen Hawking na “Teoria de Tudo” (estreia em Portugal a 29 de janeiro).

O prémio para melhor ator de comédia foi para Michael Keaton pelo papel em “Birdman” de Alejandro González Iñárritu (estreia em Portugal a 8 de janeiro).

O filme russo ‘Leviathan’ foi considerado o melhor filme estrangeiro. A obra de Andrey Zvyagintsev conta de forma impediosa a luta de um homem contra a corrupção na Rússia.

Os Globos de Ouro são considerados como um prenúncio dos Óscares. As nomeações para os prémios da academia são anunciadas a 15 de janeiro.