CAF sem medo do Ébola

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com Reuters
CAF sem medo do Ébola

<p>Os organizadores da Taça Africana das <br /> Nações, que começa este sábado na Guiné Equatorial, não têm medo do Ébola.</p> <p>A prova foi transferida para este país depois das autoridades de Marrocos, inicialmente país organizador, terem dito que temiam que a Taça trouxesse o vírus mortífero.</p> <p>A Confederação Africana de Futebol (<span class="caps">CAF</span>) afasta qualquer alarmismo: “Não tenho nenhum medo de um possível surto de Ébola que possa perturbar a Taça Africana das Nações. Desde abril que há jogos de qualificação e não houve até agora um único caso de Ébola relacionado com o futebol, nem sequer com os jogos locais de cada país”, diz Junior Binyam, diretor de comunicação da <span class="caps">CAF</span>.</p> <p>A <span class="caps">CAF</span> não acedeu ao pedido de Marrocos para que a prova fosse adiada. A Guiné Equatorial apareceu assim como hipótese de último recurso e foi encarregada em novembro de organizar a competição.</p>