This content is not available in your region

Ucrânia: Mobilização de reservistas

Access to the comments Comentários
De  Fernando Peneda  com Lusa/Reuters
Ucrânia: Mobilização de reservistas

<p>O parlamento ucraniano ratificou o decreto do presidente Poroshenko que visa a mobilização de reservistas e recrutas em 2015.</p> <p>A mobilização será efetuada em 3 fases. A primeira começa a 20 de janeiro e durará 90 dias, abrangendo cerca de 50 mil homens.</p> <p>Na terça-feira 12 civis morreram quando um “rocket” atingiu um autocarro que circulava junto a um posto de controlo das forças ucranianas na região rebelde de Donetsk.</p> <p>O regresso da violência faz temer uma nova derrapagem no conflito no leste do país e o fim da trégua acordada entre as milícias independentistas e os militares ucranianos sob os auspícios da <span class="caps">OSCE</span> em vigor desde a manhã do dia 9 de dezembro.</p> <p>Segundo Alexander Hug, chefe da equipa de observadores da <span class="caps">OSCE</span>, uma comissão que integra representantes de Kiev, da Federação Russa e da autoproclamada República Popular de Donetsk irá investigar o incidente.</p> <p>Recorde-se que desde abril o conflito no leste da Ucrânia já provocou mais de 4.700 mortos, mas as discussões políticas permanecem num impasse. </p> <p>Com Kiev a acusar os rebeldes de terem atingido o autocarro quando visavam um posto de controlo do exército, esta quinta-feira a Ucrânia observa um dia de luto nacional em homenagem aos civis mortos nesse incidente.</p>