Última hora

Última hora

Oxfam: Em 2016 o património de 1% da população mundial vai ultrapassar o dos restantes 99%

Em Davos, na Suíça, vai decorrer do dia 21 ao dia 23 a 45.ª edição do Fórum Económico Mundial. Mais de 300 dirigentes mundiais, incluindo a chanceler

Em leitura:

Oxfam: Em 2016 o património de 1% da população mundial vai ultrapassar o dos restantes 99%

Tamanho do texto Aa Aa

Em Davos, na Suíça, vai decorrer do dia 21 ao dia 23 a 45.ª edição do Fórum Económico Mundial.

Mais de 300 dirigentes mundiais, incluindo a chanceler alemã, Angela Merkel, o Presidente francês, François Hollande, o chefe do Governo italiano, Matteo Renzi, o primeiro-ministro chinês, Li Kepiang, e o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, deverão participar no evento.

Oportunamente, um documento divulgado esta segunda-feira pela organização não-governamental britânica Oxfam revela que em 2016, o património acumulado pelos mais ricos do mundo – 1% da população mundial – vai ultrapassar o dos restantes 99%.

O mesmo estudo revela que a parte do património mundial detida por 1% dos mais ricos passou de 44% em 2009 para 48% no ano passado e vai ultrapassar os 50% no próximo ano.

A diretora-geral da ONG, Winnie Byanyima, que vai copresidir ao fórum, denunciou que “a amplitude das desigualdades mundiais é vertiginosa”, e que “o fosso entre as grandes fortunas e o resto da população aumenta rapidamente”.

Lutar contra as desigualdades

A Oxfam apelou aos Estados para que adotem um plano de luta contra as desigualdades.

As 80 pessoas mais ricas do mundo possuem uma riqueza igual à de metade da população mais pobre do planeta, cerca de 3,5 mil milhões de pessoas.

A grande fatia da restante riqueza mundial está nas mãos dos 20% mais ricos, enquanto os 80% restantes partilham 5,5% do bolo.