Última hora

Em leitura:

"Caminhos da floresta" vale nomeação para os óscares para Meryl Streep


cinema

"Caminhos da floresta" vale nomeação para os óscares para Meryl Streep

Em parceria com

Graças a “Caminhos da Floresta” Meryl Streep volta a entrar na corrida aos prémios da Academia, com uma nomeação para o óscar de melhor atriz secundária.

O filme de Rob Marshall é uma abordagem moderna aos contos dos irmãos Grimm. O argumento inspira-se em histórias clássicas como “Cinderela”, “Capuchinho Vermelho” e “João e o Pé de Feijão”.

“É um elenco de sonho. Tive muita sorte. A primeira pessoa que contratei foi Meryl Streep. Eu perguntei-lhe se ela queria o papel e ela disse que sim. É fantástico quando na vida de um realizador um ator de sonho aceita trabalhar connosco. Ela gostou do filme. Para os atores é um luxo trabalhar num musical de Sondheim porque é uma produção muito rica, permite várias interpretações, centra-se nos atores e tem emoção, não é apenas uma canção”, disse o realizador.

Com base nos contos dos irmãos Grimm, Rob Marshal realiza uma história original que envolve uma bruxa, Meryl Streep, e um padeiro, personagem incarnada por James Corden.

“O aspeto mais fantástico do trabalho de Stephen Sondheim é facto de não fazer canções só para encher o espetáculo. Em momento algum sentimos que a história é interrompida para ouvir a canção, o que acontece é muitos musicais. Isso não é necessariamente mau quando se gosta de musicais e eu até aprecio, mas é fantástico quando as canções se desenvolvem a partir dos diálogos e fazem avançar o argumento e a história”, sublinhou o ator.

“Caminhos da Floresta” estreou em Portugal a 1 de janeiro.

Os nossos destaques

Artigo seguinte

cinema

HBO lança nova série na Roménia com produção local