Última hora

Última hora

Pegida e anti-Pegida desfilam em Copenhaga

O movimento dos Patriotas Europeus contra a Islamização do Ocidente alastra-se ao norte da Europa. Na capital dinamarquesa, Copenhaga, cerca de

Em leitura:

Pegida e anti-Pegida desfilam em Copenhaga

Tamanho do texto Aa Aa

O movimento dos Patriotas Europeus contra a Islamização do Ocidente alastra-se ao norte da Europa.

Na capital dinamarquesa, Copenhaga, cerca de duzentos simpatizantes do Pegida alemão saíram à rua para denunciar o extremismo islâmico. Entre os manifestantes, muitos escolhiam uma retórica mais tolerante do que a dos grupos de extrema-direita por trás da congénere germânica.

Uma dinamarquesa de origem hebraica diz que se juntou ao protesto para defender o direito à “liberdade de expressão”, que pertence “tanto aos judeus, como aos cristãos, aos muçulmanos e a todas as outras religiões”.

No entanto, Copenhaga foi também palco de uma contramanifestação que denunciava o caráter “xenófobo” do movimento Pegida.

Uma manifestante explica que veio “para mostrar que nem todos os dinamarqueses são racistas. É preciso levantar a voz contra o racismo, porque o ódio não conduz a lado nenhum”.

Estas mobilizações tiveram eco na capital da Noruega, Oslo, onde cerca de 70 simpatizantes do Pegida se confrontaram a 200 militantes de grupos de esquerda e da organização SOS Racismo.