Última hora

Última hora

Surf: Ricardo dos Santos não resistiu às balas de um polícia militar

Quatro intervenções cirúrgicas no Hospital de São José, em Santa Catarina, não permitiram salvar o surfista, de 24 anos, das três balas que lhe perfuraram o tórax e o abdómen.

Em leitura:

Surf: Ricardo dos Santos não resistiu às balas de um polícia militar

Tamanho do texto Aa Aa

Morreu Ricardo dos Santos, o surfista brasileiro que foi baleado, segunda-feira, na sequência de uma discussão com um polícia militar.

Point of view

Testemunhas afirmam que o terceiro tiro atingiu o surfista nas costas, quando este tentava fugir.

Quatro intervenções cirúrgicas no Hospital de São José, em Santa Catarina, não permitiram salvar o surfista, de 24 anos, das três balas que lhe perfuraram o tórax e o abdómen.

O funeral de Ricardo dos Santos teve lugar esta quarta-feira, na região de Florianópolis, num clima de tristeza e indignação. Testemunhas afirmam que o terceiro tiro atingiu o surfista nas costas, quando este tentava fugir.

O polícia militar alega que foi atacado com uma faca, mas nenhuma arma foi encontrada no local do crime, junto à casa do avô do surfista. Um inquérito criminal está em curso.