Última hora

Última hora

Turquia: parlamento vota contra julgar ex-ministros por corrupção

O Parlamento turco rejeitou as propostas para colocar perante a Justiça quatro ex-ministros próximos do presidente Recep Tayyip Erdogan, acusados de

Em leitura:

Turquia: parlamento vota contra julgar ex-ministros por corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento turco rejeitou as propostas para colocar perante a Justiça quatro ex-ministros próximos do presidente Recep Tayyip Erdogan, acusados de corrupção.

Muitos analistas consideram que a decisão da assembleia, dominada pelo AKP – o Partido da Justiça e Desenvolvimento de Erdogan -, poderá significar o fim da investigação que abalou a política turca em 2013, ameaçando o círculo do chefe de Estado.

Um residente de Istambul diz que “significa que não foram discutidas quaisquer opiniões negativas acerca desses ministros. A decisão do parlamento deve ser respeitada”.

Mas outro afirma, de forma irónica, que “abriu o caminho para uma sociedade onte o roubo é aprovado. O presidente pressionou o AKP”.

Apesar das críticas da oposição, que acusa o chefe de Estado de autoritarismo, Erdogan não hesitou em conduzir na segunda-feira o primeiro Conselho de Ministros desde que foi eleito, em agosto, relegando para segundo plano o primeiro-ministro turco.