Última hora

Última hora

Reino Unido: relatório Chilcot novamente adiado

O relatório Chilcot foi novamente adiado. As conclusões do relatório sobre a participação do Reino Unido na guerra no Iraque, em 2003, só serão

Em leitura:

Reino Unido: relatório Chilcot novamente adiado

Tamanho do texto Aa Aa

O relatório Chilcot foi novamente adiado. As conclusões do relatório sobre a participação do Reino Unido na guerra no Iraque, em 2003, só serão conhecidos depois das eleições britânicas, previstas para maio.

A razão evocada foi o direito de resposta dado a algumas das personalidades que são postas em questão no relatório.

Os familiares de militares mortos no Iraque criticam o novo atraso.

O pai de um soldado que morreu em serviço diz-se “bastante desiludido. É uma vergonha, porque muitas famílias estão à espera deste relatório, que necessitam para pôr um ponto final ao assunto”.

A mãe de outro afirma que muitos “acham que se está a encobrir alguma coisa. Têm acesso a todos os documentos e está a demorar tanto tempo. Isso está a fazer com que muitas pessoas pensem que estão a esconder algo, tanto do público em geral, como das famílias”.

A investigação conduzida pelo juiz John Chilcot foi lançada em 2009 e deveria ter apresentado resultados um ano mais tarde. O relatório inclui extratos das conversas entre o então primeiro-ministro Tony Blair e o ex-presidente norte-americano George W. Bush.

O Reino Unido sofreu 179 baixas durante a guerra no Iraque.