Última hora

Última hora

Grécia: Samaras enfrenta o voto do castigo

Nove milhões e oitocentos mil gregos com direito a voto vão às urnas, este domingo, num escrutínio em que a vitória da esquerda radical é prevista

Em leitura:

Grécia: Samaras enfrenta o voto do castigo

Tamanho do texto Aa Aa

Nove milhões e oitocentos mil gregos com direito a voto vão às urnas, este domingo, num escrutínio em que a vitória da esquerda radical é prevista pelas sondagens.

O líder do partido Nova Democracia e ainda primeiro-ministro, Antonis Samaras poderá ser o grande derrotado destas eleições.

Três em cada quatro pesquisas mostraram o Syriza em larga vantagem sobre o Nova Democracia, partido de centro-direita e rosto de quatro anos de austeridade com resultados catastróficos para a economia e vida do país.

O seu governo de coligação com o Socialista Pasok concordou desde 2012 com quase todas as reformas ordenadas pela troika de credores (UE-BCE-FMI) em troca de 240.000.000.000 € emprestrados desde 2010 para garantir a sobrevivência do país e a sua própria sobrevivência política. Antonis Samaras enfrenta agora o voto da punição.