Última hora

Última hora

Estilhaços de bala da polícia mataram um dos reféns de Sydney

Katrina Dawson foi atingida por seis fragmentos de uma bala da polícia

Em leitura:

Estilhaços de bala da polícia mataram um dos reféns de Sydney

Tamanho do texto Aa Aa

Um dos dois reféns que perderam a vida no sequestro num café de Sydney, em dezembro, foi morto por estilhaços de uma ou mais balas disparadas por agentes policiais. Estes são dados de um inquérito judicial iniciado esta quinta-feira para esclarecer como morreram os reféns e o sequestrador.

O ataque policial ao café, situado no centro financeiro de Sydney, terminou com as mortes da advogada Katrina Dawson, do gestor do estabelecimento, Tori Johnson, e do sequestrador, de origem iraniana, Man Haron Monis.

Segundo Jeremy Gormly, um dos responsáveis pelo inquérito, Katrina Dawson foi atingida por seis fragmentos de uma bala da polícia, ou mais, em consequência de ricochete.