Última hora

Última hora

O Super Bowl ou o filho: o dilema de Richard Sherman

É um dos pontos altos do ano no desporto mundial. O futebol americano pode não ser campeão de popularidade a nível planetário mas a verdade é que

Em leitura:

O Super Bowl ou o filho: o dilema de Richard Sherman

Tamanho do texto Aa Aa

É um dos pontos altos do ano no desporto mundial. O futebol americano pode não ser campeão de popularidade a nível planetário mas a verdade é que quando se fala no Super Bowl, o caso muda de figura.

A grande final que faz parar os Estados Unidos está marcada para o próximo domingo, em Phoenix, mas nem todos os intervenientes se podem dar ao luxo de pensar apenas no jogo.

É o caso de Richard Sherman, que se prepara para ser pai nos próximos dias e ainda está em dúvida para o encontro. O cornerback garante que por agora está concentrado apenas na final e pede ao filho para esperar mais uma ou duas semanas.

Sherman é uma peça fundamental nos Seattle Seahawks. Os campeões do ano passado defrontam os New England Patriots, última equipa a defender com sucesso o título, em 2005. Desde então perderam duas finais.

Tom Brady continua a ser o expoente máximo da equipa e garante que não se deixou afetar pelas derrotas de 2008 e 2011.

O veterano conta já com três títulos no palmarés e tem agora uma terceira, quiçá última, oportunidade para se juntar aos lendários Joe Montana e Terry Bradshaw na lista de quarterbacks com quatro triunfos no Super Bowl.