Última hora

Última hora

Santander revela 5,8 mil milhões de lucro e confirma interesse no Novo Banco

Em leitura:

Santander revela 5,8 mil milhões de lucro e confirma interesse no Novo Banco

Tamanho do texto Aa Aa

O Banco espanhol Santander fechou o ano passado com mais de 5.816 milhões de euros de lucro, no somatório dos mercados em que opera, nomeadamente no Brasil, onde é o maior banco estrangeiro a operar e alcançou benefícios de 1,558 milhões de euros (mais oito por cento do que em 2013).

Em Portugal, onde gere o Santander Totta, o grupo financeiro espanhol registou a segunda maior subida percentual dos lucros, logo a seguir a Espanha, com um crescimento de 65 por cento (189 milhões de euros). Curiosamente, Portugal foi o único mercado onde a concessão de crédito pelo Santander não cresceu.

No global dos 10 países onde opera, o Santander conseguiu uma impressionante subida de quase 40 por cento face aos resultados de 2013. Só em Espanha, o banco somou 1.121 milhões de lucro, mais 141 por cento do que no ano anterior.

Os números foram comunicados pelo banco esta terça-feira ao regulador espanhol do mercado acionista e mais tarde apresentados em conferência de imprensa pela presidente do Santander, Ana Patricia Botín.

O Santander é um dos interessados na compra do banco português Novo Banco, o ex-BES. Na conferência de imprensa, Ana Botín sublinhou que novas aquisições para o grupo financeiro espanhol “não são uma prioridade”. “Apenas se está a olhar para o Novo Banco”, revelou.

Os resultados de 2014 foram apurados com recurso aos novos critérios contabilísticos previstos pelo Fundo de Garantia de Depósitos, o que implicou uma redução nos lucros apurados em 2013 de 4.370 milhões para 4.175 milhões de euros.

O Santander efetuou um aumento de capital em dezembro na ordem dos 7500 milhões e, com isso, conta melhorar os resultados e continuar a crescer em 2015.