Última hora

Última hora

França: Dieudonné acusado de "incitamento ao terrorismo"

Admirado por uns, detestado por outros, o humorista francês Dieudonné, pode ser condenado a uma multa de trinta mil euros face à acusação de

Em leitura:

França: Dieudonné acusado de "incitamento ao terrorismo"

Tamanho do texto Aa Aa

Admirado por uns, detestado por outros, o humorista francês Dieudonné, pode ser condenado a uma multa de trinta mil euros face à acusação de “incitamento ao terrorismo” ao ter escrito “Eu sou Charlie Coulibaly.”

A mensagem foi deixada no Facebook a 11 de janeiro, no mesmo dia em que milhões de pessoas marcharam em França para homenagear as 17 vítimas dos ataques que tiveram como alvo Charlie Hebdo, polícias e judeus.

O advogado do artista comenta:
“Acredito que o meu cliente tentou expressar o seu sentimento e não um ato de vontade, dizendo ‘eu sou um humorista e fui tratado como um terrorista. “Eu acredito que o que aconteceu nos últimos seis meses, com 81 processos contra ele, comprova isso. É legítimo ele sentir-se assediado”.

O humorista escolheu o terrorista que atacou o super mercado judeu, o homem que visava alvo judaicos. O magistrado que requereu a pena constatou que Dieudonné apresentava-se como facorável aos atos de Coulibaly, concedendo-lhe o estatuto de “herói” .