Última hora

Última hora

Futebol egípcio "fora de jogo" após mais de 30 mortes em estádio do Cairo

Mais de de três dezenas de pessoas morreram, este domingo, no Egito, depois de um jogo de futebol no Cairo ter sido marcado por confrontos entre

Em leitura:

Futebol egípcio "fora de jogo" após mais de 30 mortes em estádio do Cairo

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de de três dezenas de pessoas morreram, este domingo, no Egito, depois de um jogo de futebol no Cairo ter sido marcado por confrontos entre apoiantes e polícia.

Os incidentes iniciaram-se quando milhares de espetadores forçaram a entrada do recinto desportivo, depois de não conseguirem obter um bilhete para o jogo.

A polícia recorreu a balas de borracha e gás lacrimogéneo para dipersar a multidão, criando uma vaga de pânico que provocou a morte de pelo menos 22 pessoas por espezinhamento, quando alguns relatos falam de mais de 40 vítimas.

O jogo, entre as equipas do Zamalek e do Enppi era o primeiro a autorizar a presença de claques, desde uma interdição imposta pelo governo em março do ano passado.

O desafio terminou empatado a uma bola, representando um dos mais mortíferos no país, desde os confrontos entre apoiantes de clubes rivais que causaram 72 mortos em Port Said, em fevereiro de 2012.

A liga de futebol egípcio dediciu suspender todos os jogos da primeira liga do país.