Última hora

Última hora

AIE prevê estabilização do mercado petrolífero mas abaixo dos preços do passado

Em leitura:

AIE prevê estabilização do mercado petrolífero mas abaixo dos preços do passado

Tamanho do texto Aa Aa

A Agência Internacional de Energia (AIE) prevê uma subida e estabilização do preço do petróleo, mas abaixo dos preços máximos dos últimos três anos.

Após uma queda de 60% desde junho, em janeiro, o barril atingiu os 45 dólares, o valor mais baixo em seis anos. Mas está a recuperar. Ronda agora os 58 dólares.

A organização estima que a procura deverá crescer este ano em 900 mil barris diários, para um total de 93,4 milhões de barris diários.

O documento revela também que, apesar da queda dos preços e do impacto que teve na exploração de petróleo de xisto, os Estados Unidos serão o maior produtor mundial em 2020.

A AIE estima que a produção norte-americana passe de 2,2 milhões para 14 mil milhões de barris por dia em 2020.

A OPEP não deverá recuperar a quota de mercado que detinha antes da crise de 2008. Esta caiu de 40% para os atuais 30%.

Em relação à Rússia, a AIE não é otimista. Diz mesmo que o país será o “maior perdedor do setor”. A produção deverá recuar em 560 mil barris por dia entre 2014 e 2020.