Última hora

Última hora

Eletricista de Picasso nega roubo de obras avaliadas em 70 milhões de euros

Antigo empregado do famoso pintor espanhol e a mulher começaram a ser julgados em França esta terça-feira. Posse de obras de arte roubadas é a acusação

Em leitura:

Eletricista de Picasso nega roubo de obras avaliadas em 70 milhões de euros

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo eletricista de Pablo Picasso começou a ser ouvido em tribunal esta terça-feira sob suspeita de roubo de 271 obras de arte do famoso pintor espanhol. Pierre Le Guennec, de 75 anos, alegou inocência e alegou que as obras lhe foram dadas pelo próprio Picasso, que o tratava – garantiu – como o “pequeno primo”, após trabalhos na casa do pintor, em Mougins, no sul de França, por volta de 1970.

Quando Le Guennec tentou autenticar as obras há pouco mais de quatro anos, junto da família de Picasso, esta desconfiou pela falta de assinatura do artista, nomeadamente o filho do pintor, Claude Picasso, e apresentou queixa por suspeita de roubo. A mulher de Le Guennec, Danielle, de 71 anos, também está sob a mesma acusação.

A polícia confiscou todas as obras na posse do ex-eletricista desde o início da década de 70 e que estiveram guardadas numa caixa de cartão mais de três décadas, na garagem dos Le Guennec. O advogado de defesa do casal alega que apenas algumas das peças terão real valor, sendo outras “muito medíocres”, sendo a data de criação das mesmas apontada ao período entre 1900 e 1932.

Entre as obras de arte na posse do antigo eletricista estavam aguarelas e alguns desenhos, que, no total, estarão avaliados em cerca de 70 milhões de euros. O casal incorre numa pena de prisão até cinco anos de prisão e uma multa de 375 mil euros.

O mítico autor de “Guernica”

Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santíssima Trinidad Ruiz e Picasso nasceu em Málaga, a 25 de outubro de 1881. Morreu simplesmente como Pablo Picasso, a 8 de abril de 1973, em Mougins, França. Tinha 91 anos.

Pacifista e comunista, o pintor foi cofundador do chamado movimento cubista e é hoje um dos mais famosos e apreciados pintores da história da arte. As obras que produziu e onde deixou inscrita a sua peculiar assinatura valem milhões. O quadro “Guernica”, que representa o bombardeio da cidade com o mesmo nome em abril de 1937 pela Legião Condor alemã e passado para a tela poucos meses depois, é uma das obras de Picasso mais conhecidas e pode ser vista no Museu Nacional de Arte da Rainha sofia, em Madrid.