Última hora

Última hora

Obama mobiliza Congresso para reforçar guerra contra EI

Em leitura:

Obama mobiliza Congresso para reforçar guerra contra EI

Obama mobiliza Congresso para reforçar guerra contra EI
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos declararam, oficialmente, guerra ao grupo Estado Islâmico.

Cinco meses após o início dos bombardeamentos da coligação internacional na Síria e no Iraque, o presidente Obama anunciou que vai pedir a autorização do Congresso para prosseguir a ofensiva.

O plano apresentado na quarta-feira por Obama exclui a possibilidade de uma operação terrestre, embora admita a eventualidade de mobilizar forças especiais para o terreno.

“A proposta que apresentámos hoje não apela a uma mobilização de forças terrestres no Iraque ou na Síria. Não se trata de pedir uma autorização para outra guerra terrestre como no Afeganistão ou no Iraque”, garantiu o presidente norte-americano.

A proposta de Obama dá mais margem de manobra às forças norte-americanas para visarem alvos do Estado Islâmico ou de militantes associados ao grupo.

Desde Agosto que os Estados Unidos conduziram mais de 2.000 ataques aéreos na Síria e no Iraque. Uma estratégia limitada quando as operações terrestres continuam a depender do apoio das forças curdas ou dos chamados rebeldes moderados.